ÀCORDA: Encontros de Cordofones Tradicionais Portugueses

Este projeto tem uma característica única: está configurado para ser um evento anual público dedicado aos cordofones tradicionais portugueses.

O seu objetivo primordial é o de chamar a atenção do público em geral – e dos académicos em particular – para o interesse e a urgência de revivificação de grande parte dos cordofones tradicionais portugueses.

Visa promover a preservação dos saberes tradicionais no que respeita às práticas musicais instrumentais, à construção dos instrumentos musicais e à conservação de repertórios. É este grande objetivo de Salvaguarda, recomendado pela Convenção UNESCO, que o evento tem como objetivo alcançar.

Este projeto pretende dar voz a um dos instrumentos que tem vindo a ser mais afetado pela falta de incentivo à sua prática: a viola toeira, instrumento característico da zona de Coimbra e uma das violas tradicionais portuguesas de maior complexidade, tanto na construção como na execução.

Por outro lado, propõe a promoção da preservação da prática da música tradicional portuguesa especialmente ligada aos cordofones portugueses e à sua divulgação. No final de cada ano, faz-se um balanço: do trabalho dos promotores, de resultados da investigação de outros grupos. E, ainda, projeta-se viabilidades de fazer com que o público partilhe da beleza dos cordofones tradicionais e dos seus sons e, consequentemente, tenha um papel preponderante na sua salvaguarda.

É, por isso, importante dar continuidade a este evento público anual que é, simultaneamente, a demonstração pública do trabalho. O Àcorda-Encontro de Cordofones Tradicionais Portugueses apresenta uma estrutura definida e permanente, maioritariamente prática:

  • Apresentação da temática anual;
  • Discussão, sustentada em experiências visitadas e revisitadas (ao vivo, em registo fílmico ou sonoro ou noutros suportes)
  • Componente performativa;
  • Worshops de luteria e de prática musical;
  • Concertos musicais subordinados ao mote “A toeira convida…

Parceiros: Cátedra UNESCO em Património Imaterial e Saber-Fazer Tradicional / Politécnico de Coimbra / Câmara Municipal de Coimbra

Outros parceiros:

  • César Nogueira (IPC) e Conservatório de Música de Coimbra (1º ÀCORDA – Encontro de Cordofones Tradicionais Portugueses)
  • Rosário Pestana (INET-md Aveiro), Rui Marques (INET-md Aveiro) e Projeto  EcoMusic – Práticas Sustentáveis: um estudo sobre o pós folclorismo em Portugal no século XXI – INET-md Aveiro (3º ÀCORDA – Encontro de Cordofones Tradicionais Portugueses)

Equipa: Filipe Themudo Barata (Cátedra UNESCO em Património Imaterial e Saber-Fazer Tradicional/CIDEHUS); Natália Albino Pires (Cátedra UNESCO em Património Imaterial e Saber-Fazer Tradicional/IPC); Cristina Faria (IPC/CESEM); Avelino Correia (IPC/INET-md – NOVA FCSH); Rui Paulo Simões (IPC); Manuel Rocha (Conservatório de Música de Coimbra)

Link: página do evento em construção

Edições:

05/10/2018 – I ÀCORDA – Encontro de Cordofones Tradicionais Portugueses realizado no Conservatório de Música de Coimbra

02/06/2019 – II ÀCORDA – Encontro de Cordofones Tradicionais Portugueses realizado no Museu da Água de Coimbra

10/10/2020 – III ÀCORDA Encontro de Cordofones Tradicionais Portugueses realizado no Centro Cultural Penedo da SaudadeVídeo do Evento


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *