Maria Filomena Gonçalves visita o polo da Cátedra UNESCO na Universidade de Cabo Verde

De 9 a 14 de janeiro de 2023, Maria Filomena Gonçalves, titular da Cátedra, esteve em Cabo Verde (cidade da Praia) em visita de trabalho ao polo na Uni-CV (Universidade de Cabo Verde).

A missão no polo cabo-verdiano da Cátedra UNESCO em Património Imaterial, cuja equipa local tem como foco temático as interfaces entre História e Património, tinha em vista dinamizar as atividades daquela unidade no domínio do PCI (Património Cultural Imaterial), gizar projetos em parceria e aprofundar a cooperação com os investigadores cabo-verdianos. Com oito investigadores, o polo da Cátedra na Uni-CV é atualmente coordenado pelo Prof. Doutor António Correia e Silva.

O programa da visita contemplou reuniões de trabalho com os investigadores de Cabo Verde e a realização de uma conferência intitulada “Património e patrimónios classificados: o caso do Alentejo (Portugal), que teve lugar no passado dia 11 de janeiro, no Arquivo Histórico Nacional.

Conferência no Arquivo Histórico Nacional de Cabo Verde, Praia, 11 de janeiro de 2023
Público na conferência no Arquivo Histórico Nacional de Cabo Verde, Praia, 11 de janeiro de 2023
Reunião com António Correia e Silva, coordenador do polo da Cátedra na Uni-CV
Sede do polo da Cátedra UNESCO na Uni-CV

Festas do Povo de Campo Maior classificadas pela UNESCO como Património Cultural Imaterial

No dia 15 de dezembro de 2021, as Festas do Povo de Campo Maior foram classificadas como Património Cultural Imaterial da Humanidade, durante a XVI Sessão do Comité Intergovernamental da UNESCO.

Tradição secular e realizadas pela última vez em 2015, as Festas do Povo de Campo Maior são conhecidas por apresentarem dezenas de ruas, sobretudo no centro histórico, engalanadas com milhares de flores de papel, feitas pela população de forma voluntária.

Esta tradição, identitária de Campo Maior, tem vindo a ser transmitida de geração em geração, oralmente e de forma informal, com os mais velhos a ensinarem aos mais novos os ‘segredos’ da elaboração das flores que ornamentam os espaços públicos da vila.

A candidatura à UNESCO foi promovida pela Câmara, AFPCM e a Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo.

Saiba mais…

Falcoaria Real de Salvaterra de Magos faz homenagem a Filipe Themudo Barata

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos assinalou no dia 1 de dezembro, na Falcoaria Real, o 6º aniversário do Reconhecimento pela UNESCO da prática da Falcoaria em Portugal como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

O programa incluiu uma homenagem a Filipe Themudo Barata, titular emérito da Cátedra UNESCO em Património Imaterial da Universidade de Évora, pela sua dedicação ao estudo do Património Histórico e Cultural do concelho de Salvaterra de Magos, em especial pelo trabalho desenvolvido sobre Falcoaria no âmbito da preparação do dossier de candidatura à UNESCO.

Assista à entrevista ao titular emérito da Cátedra UNESCO.

IMATERIALIDADES – Ciclo de Webinars (2022)

O ano de 2022 marcou o arranque do ciclo de webinars Imaterialidades. As sessões são coordenadas pela Cátedra UNESCO em Património Imaterial e Saber-Fazer Tradicional da Universidade de Évora, e decorrem ao final da tarde (18h), na plataforma zoom. A iniciativa terá continuidade em 2023.

SESSÕES DE 2022

31 de março de 2022 – Ana Paula Amendoeira (Diretora Regional de Cultura do Alentejo) Património Cultural Imaterial oportunidades e desafios

7 de abril de 2022 – Clara Bertrand Cabral (Comissão Nacional da UNESCO) Práticas, Praticantes e Salvaguarda

16 de maio de 2022 – Gabriela Funk (Universidade dos Açores) O Provérbio como ponte entre diferentes culturas

15 de junho 2022 – José Newton Meneses (Universidade Federal de Minas Gerais)   A comida narra identidades: práticas alimentares como património e linguagem

21 de novembro de 2022 – Hugo Cardoso (FLUL/CLUL) Os crioulos luso-asiáticos: 5 séculos de património linguístico

9 de dezembro de 2022 (Conferência adiada para 2023) Carlos Fiolhais (Universidade de Coimbra) Património Científico: do material ao imaterial

VII Seminário Internacional História e Língua: Interfaces Brasil 2020 – A Língua Portuguesa

Nos dias 25 e 26 de novembro de 2022 decorrerá, em formato digital, o VII Seminário Internacional História e Língua: Interfaces Brasil 2020 – A Língua Portuguesa.

Este evento é organizado por Maria Filomena Gonçalves (Cátedra UNESCO/CIDEHUS) e por Marcus Dores (CIDEHUS), apoiados por Thaís Lima de Sena da UFMG.

Formulário de inscrição aqui: bit.ly/3EG7xia

Link zoom: https://videoconf-colibri.zoom.us/j/96811155691

ID da reunião: 968 1115 5691 | Senha de acesso: 074782