The Mediterranean Diet and this pandemic moment: rebuilding our landscapes and fighting for our common future

No passado dia 14 de Abril, Filipe Themudo Barata conduziu o webinar “The Mediterranean Diet and this pandemic moment: rebuilding our landscapes and fighting for our common future”, organizado pelo projecto MD.Net

O webinar focou o impacto que o momento actual de pandemia poderá ter na Dieta Mediterrânica, assim como a necessidade de preservação das paisagens culturais de produção alimentar a ela associadas, por forma a garantir a reconstrução do nosso futuro. Este foi o segundo webinar organizado pelo projecto, que pretende promover as distintas dimensões da Dieta Mediterrânica, inscrita na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade em 2010.

O webinar completo pode ser assistido aqui:

O projecto MD.Net é co-financiado pelos fundos europeus para o desenvolvimento regional, através do programa Interreg Mediterranean.

Projecto Dizeres publica Glossário

O projecto Dizeres – Recolha, documentação e preservação de vocabulário usado pelas comunidades de Sines acaba de publicar um glossário que resulta de uma recolha de vocábulos realizada ao longo de 2019.

Os vocábulos foram recolhidos a partir de diversas fontes, como documentos de arquivo, bibliografia local e entrevistas realizadas no âmbito de projetos municipais anteriores (“Mar de Sines”, “Mosaico das Memórias”, “Comissões de Moradores do Concelho de Sines”). Foram também realizadas sessões com a comunidade local e disponibilizou-se um formulário online, através do qual todos os interessados puderam contribuir com a indicação de vocábulos locais. Reuniram-se 625 unidades vocabulares, a partir das quais foram selecionados 239 vocábulos considerados significativos para as comunidades de Sines. 

No Glossário, para cada vocábulo apresentam-se citações dos falantes e, sempre que possível, foram relacionadas imagens (fotografias e ilustrações) encontradas no Arquivo Municipal de Sines, na Câmara Municipal ou em coleções de munícipes. Através desse glossário, o contexto do vocabulário de Sines está preservado, podendo ser consultado e utilizado para investigação ou por simples curiosidade.

O projecto contou com o apoio científico da Universidade de Évora (CIDEHUS-UÉ e Cátedra UNESCO em Património Imaterial) e foi cofinanciado pelo programa Tradições da EDP Produção.

O Glossário Dizeres pode ser descarregado aqui

Filomena Gonçalves é uma das convidadas da 1ª Escola Internacional de Altos Estudos em Linguagem, Cultura e Identidade

A I Escola Internacional de Altos Estudos em Linguagem, Cultura e Identidade se caracteriza como um evento de natureza científica e formativa, de alta especialidade, em que estudos avançados serão realizados, tendo à frente das atividades de formação e discussão teórica e metodológica pesquisadores de destaque internacional na temática de estudos e pesquisas em linguagem, cultura e identidade.

O evento acontece de 28 de Outubro a 01 de Novembro de 2019, na Universidade Federal de Goiás, Brasil.

A investigadora da Cátedra UNESCO Filomena Gonçalves participará em diversos momentos do evento, discutindo temas como Memória e Linguagem, Memória e Cultura, Memória e Identidade, e
Estudos da Linguagem e Práticas de Inserção Social .

Mais informações sobre o evento AQUI.

Cátedra UNESCO assina protocolo de colaboração com Câmara Municipal da Vidigueira

No dia 28 de Setembro, no salão nobre da Câmara Municipal da Vidigueira, teve lugar a assinatura do protocolo de colaboração entre o Município de Vidigueira e a Cátedra Unesco da Universidade de Évora e a iniciativa “dar Voz ao Passado” com a divulgação on-line da coleção de património cultural imaterial do concelho de Vidigueira, com a  apresentação de registos audiovisuais sobre poesia popular, pão, vinho e rio (pesca, moagem, gastronomia).

A sessão decorreu no âmbito das comemorações das Jornadas Europeias do Património. A Câmara Municipal de Vidigueira organizou um programa diversificado entre 27 e 29 de setembro. Durante estes dias, o Museu Municipal de Vidigueira acolheu os visitantes com visitas gratuitas.

Projeto BDIAS em missão na Eslováquia

A equipa do projeto de cooperação bilateral BDIAS – Capturing mechanisms and presentation of intangible cultural heritage with an emphasis on new media use, esteve em missão na Eslováquia, entre o dia 23 e 26 de junho.

O projeto pretende identificar e analisar os mecanismos de transferência de conhecimento associados ao Saber-Fazer Tradicional, ao Património Cultural Imaterial a ele associado, e à sua difusão através dos novos meios de comunicação social no contexto da sociedade global. 

Com uma duração de 24 meses (2019-2020), o BDIAS é financiado pela FCT, no âmbito do programa de cooperação transnacional entre Portugal e a Eslováquia, e promove a criação de uma equipa eslovaco-portuguesa formada por investigadores da Cátedra Cátedra UNESCO em Património Imaterial e Saber-Fazer Tradicional da Universidade de Évora e da Faculdade de Ciências Sociais e Economia da Comenius University in Bratislava.

A missão incluiu a realização de um seminário dedicado ao tema “Struggling for our Living Human Treasures: Heritage and Technologies, realizado no dia 25 de junho na Comenius University in Bratislava. Assim como, reuniões de trabalho, nas quais se discutiram objectivos, metodologias de trabalho, tarefas e resultados, e se planearam as fases seguintes do projeto. A missão incluiu, ainda, uma visita ao Museum of the Slovak Village, um museu etnográfico ao ar livre localizado nos arredores de pequena cidade de Martin, na zona Norte do país.

Esta foi a primeira missão da equipa portuguesa, após a qual se seguirá a vinda da equipa eslovaca a Évora, já em Setembro deste ano.

Saiba mais sobre o BDIAS aqui.